RÁDIOS
RÁDIOS

29 OUT

Coliseu de Lisboa

Abertura de Portas: 19h00
Início do Espectáculo: 20h00

CLASSIFICAÇÃO ETÁRIA: M/6
BILHETES

Plateia em pé: 28€
Balcão: 28€
Galeria: 28€

BILHETES / TICKETS

A Everything is New aconselha a compra de bilhetes apenas nos pontos de venda oficiais referidos na lista abaixo:

Locais de venda: FNAC, Seetickets.com, El Corte Inglés, Worten, Agência ABEP, Masqueticket.

O concerto dos Cut Copy no Coliseu de Lisboa encontra-se adiado para o dia 29 de outubro de 2021.

Os bilhetes já adquiridos para o Coliseu de Lisboa mantêm-se válidos para a nova data (não é necessário proceder à troca para bilhetes da nova data). Para quem não adquiriu, os bilhetes já se encontram à venda em everythingisnew.pt.

O concerto que estava agendado no Hard Club para o dia 23 de março de 2021 está cancelado, infelizmente devido à incompatibilidade de calendarização. Os bilhetes adquiridos para o concerto no Porto, caso o adquirente assim o entenda, são válidos para a nova data em lisboa (não é necessário proceder a troca)

Para mais informações contactar ticketing@everythingisnew.pt.

A banda deixa a seguinte mensagem para os fãs:

“It’s been a crazy year and we hope everyone has been holding up ok! We really wanted to get out to play our new record live this year but sadly, we haven’t been able to. Good news is we’ve managed to reschedule most of our planned shows to AUTUMN 2021, with just a few dates to go. So we’re very much looking forward to finally getting to perform again. Thanks so much for your patience with this, obviously this has been out of everyone’s control. But fingers crossed we’ll be able to play shows AND also go to see them next year!”

Os australianos trazem a terras lusas o sexto álbum “Freeze, Melt”, lançado no dia 21 de agosto de 2020, onde estão incluídos os singles já lançados “Like Breaking Glass”, “Love is All We Share” e “Cold Water”.

“Like Breaking Glass” evoca de forma particular a música de excelência do grupo, emergindo dela os sons alta qualidade e os dotes vocais inconfundíveis do vocalista, Dan Whitford, que, segundo o próprio, “ it is about the conflicted feelings of a relationship that has begun to unravel. Where sometimes against all logic, you discover that affections run deep just as a break up becomes inevitable. It was also one of my favourite songs working in the studio with the band when we crafted the middle section of the song comprising of weird delay effects, off-beat drum hits and metallic clangs where Mitchell was throwing a box of metal objects around the room, and we stood there recording him”

Cut Copy são, sem sombra de dúvida, o casamento perfeito entre a estética electro-pop, com a sensibilidade de uma banda de indie rock, e é isso que os torna únicos.

Por tudo isto, seis álbuns depois e 10 anos de uma carreira brilhante, os Cut Copy conseguiram de uma forma bastante inteligente desenvolver as suas sonoridades sem nunca as deixar de aperfeiçoar. Os temas do novo álbum são alguns dos mais cativantes e astutos que já gravaram, ao mesmo tempo que, sonoramente, são uma aventura que todos querem experimentar.

Como Chegar

Coliseu de Lisboa

Onde Ficar



Booking.com