RÁDIOS
RÁDIOS

26 NOV

Coliseu de Lisboa

Abertura de Portas: 19h30
Início do Espectáculo: 20h30

CLASSIFICAÇÃO ETÁRIA: M/6
BILHETES

Plateia em Pé * 30€
Camarote 1.ª Frente * 36€
Camarote 1.ª Lado * 33€
Camarote 2.ª Frente * 33€
Camarote 2.ª Lado * 30€

BILHETES / TICKETS

A Everything is New aconselha a compra de bilhetes apenas nos pontos de venda oficiais referidos na lista abaixo:

Coliseu de Lisboa, FNAC, El Corte Inglés, Worten, CTT, Agência ABEP, Masqueticket.com e Seetickets.com.

Os Vampire Weekend confirmam um espetáculo em nome próprio no Coliseu de Lisboa, dia 26 de novembro. A banda vai embarcar na sua mais ambiciosa digressão mundial, que tem como propósito a apresentação do quarto álbum de originais, “Father Of The Bride”.

“(4.5 Stars) Vampire Weekend now look like the smartest guys in the room, marshalling a sumptuous, emotionally complex music perfect in this pop moment.”

—ROLLING STONE

“A band pushing past their boundaries with striking results”

—THE GUARDIAN

“Quite possibly their magnum opus… One of rock’s most thoughtful songwriters has given us much to unpack. At 18 tracks, Father Of The Bride is both dense and sprawling, rich with ideas and Easter eggs and dazzling musical flourishes… not a second feels wasted.” —STEREOGUM

“The music scintillates” —Q MAGAZINE

“Vampire Weekend Have Gone and Made Another Masterpiece” — ESQUIRE

“A thrilling new album” —SUNDAY TIMES

“Joyous” —THE TELEGRAPH

“The album proves that they’re still better than most, if not all, of the other artists of that era… More important, the band has a genius-level songwriter in Koenig” —USA TODAY

“An exceptional release… packed with exquisitely rendered miniatures that are immediately engaging but which, dense with layers and allusions, will almost certainly mean even more in the long run.” —THE WALL STREET JOURNAL

“A joyous, fearless listen” – DIY MAGAZINE

“An evolution bordering on a revolution” – DORK

Uma das bandas de indie rock que mais rápido viu o sucesso mundial, é considerado por muitos um caso clássico de “amor ao primeiro disco”. Em 2008 romperam os tops das mais importantes rádios mundiais, com o álbum de estreia homónimo. Temas como “A-Punk”, “Cape Cod Kwassa Kwassa”, “Mansard Roof” e “Oxford Comma” ficaram nas bocas do mundo e garantiram à banda uma fortíssima legião de fãs.

Após o comprovado sucesso dos três primeiros discos da carreira do grupo, “Vampire Weekend” (2008), “Contra” (2010), e “Modern Vampires of the City” (2013), o trio nova iorquino deixou apetite para muito mais. Ezra Koenig já apresentou o novo trabalho de estúdio, que rapidamente tomou conta das principais rádios mundiais.

Vídeos

Vampire Weekend - Harmony Hall

Como Chegar

Coliseu de Lisboa

Onde Ficar



Booking.com